Dieta mediterrânea para perda de peso

Dieta mediterrânea para perda de peso

Dieta mediterrânea para perda de peso

A dieta mediterrânea é essencialmente uma dieta equilibrada e saudável. Segundo nutricionistas, não tem contra-indicações e não é prejudicial à saúde

No entanto, o resultado é alcançado muito lentamente. Um menu semanal irá ajudá-lo a descobrir como comer o Mediterrâneo.

Uma vantagem importante desta dieta é a ausência de contra-indicações. O cardápio é equilibrado, contém todas as substâncias necessárias ao organismo e, portanto, não é proibido a pessoas com doenças, gestantes, lactantes e até adolescentes. Não faça dieta apenas em caso de alergias e intolerância individual aos produtos.
A maior parte da dieta consiste em frutas, vegetais, gorduras e proteínas vegetais, e doces e carne gordurosa são removidos. O lento processo de perda de peso ocorre por si só, sem uma sensação de fome e estresse, devido ao consumo de baixas calorias, alimentos saudáveis ​​e à exclusão de alimentos nocivos. Além disso, é recomendável se envolver em todos os esportes possíveis.
Contras da dieta mediterrânea
O principal ponto negativo da dieta – ajuda a perder peso extremamente lentamente. Seu principal objetivo é se acostumar a uma dieta saudável e melhorar a saúde. O excesso de peso desaparece muito lentamente e, com obesidade grave, o resultado pode ser esperado por algum tempo.

No entanto, com essa dieta, você pode viver e comer constantemente, com o benefício do oranizma, ao contrário de muitas outras dietas. Gradualmente, os problemas metabólicos se nivelam e o peso volta ao normal, é preciso ter paciência.

Também será difícil para os que estão acostumados a adoçar o chá e a comer bolos para desaprendê-lo, pois os doces são proibidos durante a dieta. Aconselhamos que você faça isso gradualmente, reduzindo um pouco a dose diária de açúcar – então não haverá tentação de quebrar e o estresse de interromper a dose usual de açúcar será minimizado.

O cardápio é caracterizado por um grande número de peixes e frutos do mar com pouca gordura, 4-6 vezes por semana. O peixe é substituído pelas habituais almôndegas fritas e carne de porco, que são proibidas. Carne magra, frango, peru e coelho podem ser consumidos. O número de laticínios sem aditivos com baixos percentuais de gordura também está aumentando. Produtos lácteos e frutas podem ser consumidos todos os dias, mas apenas sem açúcar.

Os carboidratos simples – doces, açúcar, são substituídos por outros complexos: macarrão com cereais integrais, pão grosso, cereais. Os queijos gordurosos duros são substituídos por mussarela com baixo teor de gordura – coalhada.

Batatas e frutas doces como bananas precisam ser muito limitadas. Álcool, gordo, picante, proibido. Você só pode secar o vinho não mais que um copo por dia.

1º dia
Café da manhã: aveia em leite diluído com frutas, adoça com mel;

Almoço: sopa de peixe, salada de pepino e tomate com creme de leite;

Jantar: caçarola de brócolis e couve-flor, iogurte sem aditivos.

Dia 2
Café da manhã: mingau de milho em leite diluído com abóbora e passas, maçã

Almoço: sopa de legumes, berinjela cozida com alho e ervas

Jantar: peixe branco assado com tomate, abobrinha cozida com cenoura

Dia 3
Café da manhã: 2 ovos de galinha cozidos, uma fatia de pão integral

Almoço: sopa de almôndega de carne, cenoura ralada ou salada de beterraba

Ceia: um copo de kefir, um pedaço de caçarola de queijo cottage

Dia 5
Café da manhã: omelete de dois ovos com pimentão

Almoço: peixe branco assado com tomate, abobrinha cozida com cenoura

Jantar
 : um copo de kefir, queijo cottage com mel

Dia 6
Café da manhã: panquecas de queijo cottage cozido no vapor ou bolinhos preguiçosos com creme de leite, maçã

Almoço: espaguete de trigo duro, molho de tomate, carne cozida 100 gr

Jantar: peixe vermelho assado 200 gr, legumes cozidos

Dia 7
Café da manhã: 2 ovos de galinha cozidos, uma fatia de pão integral

Almoço: sopa de almôndega de carne, cenoura ralada ou salada de beterraba

Ceia: um copo de kefir, um pedaço de caçarola de queijo cottage

Dica
A comida é fracionada, entre as refeições principais você pode fazer um lanche com frutas e laticínios.

Resultados

Como resultado da dieta, há uma perda de peso muito suave, sem os menores danos ao corpo, e os quilogramas restantes não retornam imediatamente após o término da dieta, pois o corpo não sofre estresse. No entanto, não será possível obter uma perda de peso especial, pois a dieta não a limita, mas é a base de uma dieta racional e saudável. É possível uma perda de até 3 kg em uma semana.

A dieta mediterrânea pode ser usada para fazer a transição gradual para uma dieta equilibrada constante.

Você deve conhecer Thunder Effect para auxiliar em seu emagrecimento.

Revisões do nutricionista

– A dieta mediterrânea não é muito parecida com uma dieta no sentido usual. Esta não é uma restrição estrita de produtos e uma redução na dieta, mas uma nutrição fracionada e nutritiva. Uma das poucas dietas que não têm restrições especiais é adequada para nutrição constante. Só não espere um resultado rápido, mas ele será estável e sem danos à saúde “, diz Dilara Akhmetova, consultora de nutrição, coach de nutrição.
Leia também:  Sopas de queima de gordura: 5 receitas de sopa para perda de peso